quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

cabelos bagunçados

há um redemoinho na minha cabeça
de cabelos e pensamentos
que se rebelam contra mim mesmo.
desta revolução contraditória
saio sempre derrotado
como esses cabelos bagunçados.

4 comentários:

Lucy in the Sky with Diamounds disse...

Olá! Vi o seu blog por acaso e não posso deixar de comentar sobre esses "cabelos"... Muito bom! Mas.... ao mesmo tempo, triste... É o suicídio 'in situ' ou 'in vivo'?
Beijos

Flávia disse...

Eu ainda acredito que a verdadeira derrota é fugir do olho do furacão.

Um beijo.

Eduardo P.L disse...

Giovani,

obrigado pela visita e comentário no QUEM CONTA UM CONTO...
Mande-nos um conto seu para ser postado!

Abçs

E-mail: cimitan@terra.com.br

Nathália disse...

Olá, peço que, se possível, divulgue o site do poeta Ulisses Tavares (www.ulissestavares.com.br) em seu blog.
Mandando um email para nós você concorre a um livro por semana do escritor!
Desde já agradeço a gentileza.

Abraços!