quarta-feira, 3 de setembro de 2008

meu primeiro contrato

hoje assinei meu primeiro contrato. um cara me ligou e me chamou para comparecer à secretaria de cultura para a publicação do HISTÓRIAS DE MÃO BRANCA. cheguei, assinei, vi uns detalhes, sai. assim, sem glamour, sem champanha, dinheiro pro autor, então, nem pensar. hehehe. mas tá valendo.
aliás, tá valendo demais!
agora é terminar de fazer o livro, publicar, lançar, vender, ficar rico e comprar uma ilha no rio do inferno na enseada do morro de são paulo na bahia (hehehe). só alegria
e não parou por ai. de tarde, recebi o contrato com a editora scandar, para a publicação do bar do escritor. tá tudo quase pronto.

3 comentários:

Anônimo disse...

É delicioso ver nossas convicções descerem pelo ralo:

"Mão Branca nunca publicou nada só seu (antologias não contam). Acha que a sorte não existe, porém ainda tenta entender como funciona a Força e assim conseguir encontrar alguma alma caridosa que goste de sua literatura e o edite. Como anarquista, jamais pagará para ver seus textos publicados. Esperará, nem que seja para sempre, a chance de migrar para o papel através de uma editora de renome nacional."


E do mesmo ralo, exalar perfume:


"Talvez você não acredite na sorte, mas ela acredita em você.

É como diz aquela frase em latim: a sorte protege os audazes. E vejo seus textos muito mais audazes que ácidos. Sendo assim, bem vindo a esse novo mundo protegido pela sorte".

Parabens pelo contrato que venham outros."

Ass:
Eu, mais um cara de sorte que acordou hoje.

Meninas de Família disse...

Uau, que tudo! Parabéns!!!!
Ju Dacoregio

Rosangela disse...

hahaha...
Gigio, rico?
Só se for livro de auto-ajuda.
Parabéns,acho emocionante o brilho que sempre vejo no olho do autor quando sua "cria" ta pronta.