terça-feira, 4 de março de 2008

...

sim, sou solitário
não me rendo à sociedade
em sua voraz vontade
de me fazer contrário

é, também sou incompleto
sem chão nem teto

o que sonhei já foi tarde
sobro um covarde

tudo que eu queria
(um dia)
era acordar satisfeito
dos meus feitos

mas só restam os defeitos

4 comentários:

Pablo Pamplona disse...

retrato meu

(ótima poesia!)

I.s.a.a.c.k. disse...

Queria eu ter as idéias de um poeta. Pra mim, todos vocês são dignos de ter um lugar no Olimpo, pois os poetas são os deuses da literatura. Amei a poesia! E nem é um estilo no qual eu sou muito chegado, mas enfim, é isso ^^

Diogro Mainardi disse...

poeminha rimadinho

vira macho, rapá.

Nádia disse...

http://www.oteatromagico.mus.br