quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Uma canção de natal

Eu passeava pelo shopping caçando promoções para presentes. Ouvi uma voz infantil entoando uma canção em ritmo natalino.
- é natal, é natal, pega no meu pau...
- ô moleque, que música é essa?
Ele me olhou e completou.
- tudo bem, tudo bem, pega no teu também...
Tive que rir. E ele continuou.
- hoje a noite é fera, vou com a galera, feliz me masturbar...
Vi que o jovem pentelho queria apenas provocar. Forcei as engrenagens cerebrais e cantei:
- Ao pegar no pinto, pinto pequenino, vem ao dedo mínimo se comparar...
Foi a vez dele rir.
- Você é poeta? - Perguntou.
- Não. - Suspirei. - Sou punheteiro mesmo...

3 comentários:

tita coelho disse...

rsrsrsrsrsrs adorei o "você é poeta?".....rsrsrs este menino vai dar bom! O meu é pior...gritos de torcida organizada e pobre do coelho da Páscoa...essa do Natal vou ensinar para ele rsrsrs!!
Beijos poeta..bom final de semana

Rafael disse...

Essa foi boa mesmo.
Traduz be o atual espírito de Natal.
Vou lembrar com certeza, hahaha

Sentimental ♥ disse...

Fantástica...
No meu tempo não tinha isso não...
Mas o final foi ótimo, "poeta não, punheteiro..."
Rs.
Beijos